Não me arrependo nem um pouquinho.

Desejei escrever um pouco sobre minha decisão de sair da ICM.

Quando me apresentaram este blog e comecei a visitá-lo, ficava chocada com os artigos que ia lendo juntamente com os comentários.

Pensava como pode alguém ter tamanha ousadia para enfrentar uma instituição religiosa como a ICM.

Naquele momento meu coração estava muito “turbado” com as notícias que corriam pelos bastidores. Já era final de Setembro de 2011 quando os acontecimentos nos foram passados, até então, ainda suposições, de que breve iria “estourar uma bomba”.

Fui seguindo o blog com cautela, mas à medida que lia, os meus olhos ia se abrindo mais e mais. Na ânsia de entender e aprender, fui me aprofundando mais, por outros sites que se interessam também pelo assunto da ICM.

Mas este blog… Ah! Este blog é demais.

O autor se preocupa em repassar na íntegra as informações, além de disponibilizar espaço para participação dos dissidentes, que, cá para nós, fortaleceu por saber que tantos que saíram e precisaram de socorro e encontraram alívio nas palavras deixadas aqui.

Com o passar do tempo, tomei coragem para fazer um comentário. Como ele foi publicado e o momento era de muita dor, com feridas abertas e sangrando, decepcionada, triste, por anos e anos de entrega e obediência a esta ICM, comigo não foi diferente, fui cuidada por este irmão amado que me recebeu aqui e tem tido muita paciência.

Se me recordo, deixei o comentário em Dezembro de 2011. Passados 3 meses, sou outra pessoa. Meu coração já não está mais turbado. Meus olhos estão completamente abertos.

Tenho passado momentos maravilhosos com Deus, pois até ao fazer minhas caminhadas diárias enquanto ouço louvores, a Sua graça me envolve de uma maneira que não dá pra segurar e ali mesmo dou Glórias a Ele por estar assim hoje, tão liberta, que me dá até medo às vezes, de me acharem louca (se bem que estou loucamente apaixonada por JESUS como nunca havia estado antes).

Interessante e triste é que a pessoa que me apresentou o blog ainda continua lá, formatado (meu filho) e com medo de ler o que está escrito aqui, infelizmente.

Posso dizer que hoje, estou curada (nem levou muito tempo não é?).

Obrigada a todos que indiretamente me ajudaram a tomar esta decisão. Que todos sabem que não é fácil. E para aqueles que ainda não tomaram sua decisão mas sabem que precisam, vamos lá, não se turbem o coração, pois tudo o que é apresentado aqui neste blog, é a mais pura verdade, com provas e testemunhas.

Não me arrependo nem um pouquinho.

Obrigada especialmente a você Cavaleiro Veloz Homem de Deus, por me ajudar quando precisei e quando preciso (e muito rsrs). E vamos continuar nesta luta de desformatação dos icemitas pois ainda há muito trabalho a fazer.

Paz

.

A colaboração de Firme nas promessas chega a duzentas (200) postagens em diversos artigos. Ela achou-se em confronto; mas decidiu sair do ninho, marcou novo rumo e dele não se desviou. 

Importante frisar que o caminho percorrido mostra o testemunho de mulher sensível que ama JESUS.

Incondicionalmente!

CV.