Escatologia

Fatos da Escritura Profética-Parte I

6

A amorosa atenção de Deus está exclusivamente na “igreja de Deus…corpo de Cristo”, até o momento em que “seremos arrebatados [num abrir e fechar de olhos] para o encontro do Senhor nos ares; e, assim estaremos para sempre com o Senhor” (1 Ts. 4.17; 1 Co. 15.52). Depois deste evento, “o Soberano dos reis da terra” (Ap. 1.5) cuidará de Israel e especialmente de seu “remanescente” (Rm. 9.27), que será salvo das perseguições do Falso Messias e constituído “cabeça das nações” (Dt. 28.13; Jr. 31.7).

A “Casa de Deus que é a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade” (1 Tm. 3.15) foi estabelecida sobre um ato inderrogável de Cristo Jesus (Mt. 16.18). Como fortaleza contra o mal, o pecado e o reino das trevas. Já fomos libertos desse poderes mediante a fé em Cristo Jesus (Rm. 5.1-3), no momento do novo nascimento (Jo. 3.3,5), como está escrito (Rm. 6.14 – ênfase nossa): “Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça.

A compaixão amorosa de Deus através de Cristo Jesus foi manifesta, oferecendo  a oportunidade de reconciliação do homem com Deus. E Ele Se esforça, pelo Seu Espírito Santo, no sentido de que os pecadores urgentemente se More >

"A OBRA": CONSTRUINDO HERESIAS

42

“Levantou-me o Espírito, e ouvi por detrás de mim uma voz de grande estrondo, que, levantando-se do seu lugar, dizia: Bendita seja a glória do SENHOR.”

(Ez. 3.12)

A apostila Os Valentes da Obra assinada por Gedelti Gueiros (1) evidencia que a mentalidade (conduta) de Obra – da qual é bem difícil alguém dela ficar livre – construída ao longo do tempo, é capaz de continuamente operar na imaginação dos beatos desavisados obreiros e desencorajados pastores corrompidos pela grandiloquente heresia icemita e ainda agrilhoados ao misticismo pseudocarismático e quadragenário do sistema.

Buscar entendimento oculto das Escrituras a fim de espiritualizar expressões ou frases isoladas do contexto próximo e conteúdo geral, indo além do plano semântico da passagem, é enredar a membresia com  extravagâncias de interpretação. Método extremamente perigoso mas o preferido do mestre-mor. Na alegoria ou espiritualização de expressões ou frases das Escrituras a mente do intérprete não se prende às exigentes regras da Hermenêutica Bíblica.

Entenda: não há como checar o que ele interpreta, e não merece confiança o que ele diz ser doutrina revelada ou palavra revelada. Nestes casos (alegoria ou More >

Purifica-te, meu coração…

5

Como está escrito (Mt. 27.57-61):

“Caindo a tarde, veio um homem rico de Arimatéia, chamado José, que era também discípulo de Jesus. Este foi ter com Pilatos e lhe pediu o corpo de Jesus. Então, Pilatos mandou que lho fosse entregue. E José, tomando o corpo, envolveu-o num pano limpo de linho e o depositou no seu túmulo novo, que fizera abrir na rocha; e, rolando uma grande pedra para a entrada do sepulcro, se retirou. Achavam-se ali, sentadas em frente da sepultura, Maria Madalena e a outra Maria.”

(more…)

Caminhos guardados em segredos…

4

 

“Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nele o sim; porquanto também por ele é o amém para glória de Deus, por nosso intermédio.” 2 Co. 1.20

 Às vezes absorvemos incredulidades, heresias e mentiras dos falsos mestres e falsos profetas; e desatentos nem percebemos o que foi introjetado na nossa mente. Daí os erros graves no ensino e no púlpito.

Assim, alguém egresso do maranatismo pseudocarismático declarou (ênfase nossa): Para nós (discípulos) nos basta crer que Deus nos livrará da ira vindoura, seja ela tribulação, perseguição, ou até o mencionado período de 07 anos. Não importa se o arrebatamento será antes, durante ou depois da tribulação daqueles dias…

Cansei de acho quê. Coisa esquisita! DISCORDO!

Com o pronome nos ele fala aos crentes em geral, dizendo que o livramento da “ira vindoura” pode ser: antes, durante ou depois da tribulação daqueles dias.  Que discípulo é este, que além de contrariar o Mestre, apresenta “outro evangelho” claramente diferente do que Deus disse, do jeito que Ele disse?

Escutem: infelizmente, com o  “nos” o autor deu nós na construção do pensamento, ao negar a iminência do cumprimento da poderosíssima promessa do Espírito de Cristo More >

Em que consiste a esperança do crente?

22

 A esperança cristã é um dos três grandes pilares da fé em Cristo Jesus. Biblicamente falando, ela é impossível ao não crente em Jesus, por ser uma virtude cristã.

A esperança cristão é garantida pelo agir de Deus, porque o SENHOR não muda (Ml. 3.6). O agir do Altíssimo (Is. 43.13) é insondável e maravilhoso (Jl. 2.26) no paciente processo da Revelação.

Encontramos exemplos inumeráveis e apenas ressaltamos: a criação original; a chamada de Noé, de Abraão e de Moisés; o grande juízo sobre o Egito e o livramento dos hebreus pelo mar Vermelho (onde o exército do Faraó foi destruído); o agir de Deus na conquista de Canaã (abrindo as águas das cheias do Jordão, derrubando as muralhas de Jericó, fazendo o sol e a lua ficarem parados em seu caminhar); o exercício da autoridade espiritual no ministério dos profetas de Deus; os maravilhosos milagres de Jesus e outros tantos dos apóstolos…

Estes e muitos outros relatos das Escrituras consolidam a nossa confiança e esperança no SENHOR como nosso Ajudador, Deus Presente, Maravilhoso Provedor e Sustentador.

Não é de admirar, pois, que o apóstolo Pedro nos anima e fortalece quanto ao depósito desta esperança em Deus (1, 1.3-5 – ênfase More >

A quarta trombeta soará!

40

Comecei a denunciar a heresia da QUARTA TROMBETA em 25.03.2007 na Comunidade Já Fui Um Maranata.

Denúncia contra o ensino-profético do Pr. Gedelti V. T. Gueiros ao desprezar a Divindade, o Messianato e o Sumo Sacerdócio de Jesus Cristo. Erro em cima de erro!

Este artigo confronta. Entendo erro grosseiro na interpretação das Escrituras Sagradas com a formulação do mais atordoante capítulo da HERESIA ICEMITA; e lancei mão do direito de impugnar. Indiquei artigos, revistas e sites onde o mestre icemita expõe a doutrina revelada aqui resistida. Menina dos olhos do mestre; mas até o bom senso nos mostra que esse ensino do mestre é insuportável e ofensivo à Revelação Proposicional.

(more…)

Como identificar o número da Besta?

1

A Escritura, divina em sua origem, não pode errar por ser, em sua inteireza, a revelação do Deus Todo-Poderoso e Verdadeiro.

As tentativas de adivinhação e especulações heréticas sobre o significado de porções difíceis das Escrituras sempre esbarram em dificuldades intransponíveis, que resultam em distorção da intenção do Espírito Santo, o Seu Autor original.

(more…)

Agradando aos homens e desacatando as Escrituras – Final

5

Esta é a última parte da série “Agradando aos homens e desacatando as Escrituras”. Acesse aqui: Parte I, Parte II,Parte III, Parte IV, Parte V e Parte VI.

Sétimo Capítulo

O golpe final! Calou-se o Benício, avisado e bem avisado. E nada mais disse, nem lhe foi perguntado. E não admitiu o medo de confrontar o erro em que está mergulhado. E não era pra menos! Onde os argumentos?

Quando queria demonstrar o impossível dava murros na ponta das espadas, ou melhor, dava murros nos gritos de dor de sua consciência extremamente perturbada com o Testemunho da Verdade. Querendo falar alguma coisa, ambigüidades e jargões jorravam de sua alma enquanto piscava e repiscava os olhos…

(more…)

Agradando aos homens e desacatando as Escrituras – Parte VI

2

Esta é a sexta parte da série “Agradando aos homens e desacatando as Escrituras”. Acesse aqui: Parte I, Parte II,Parte III, Parte IV e Parte V.

Sexto Capítulo

Benício empalideceu. A consciência lhe diz que ele dá golpes no ar; mas a posição que ocupa sobre os demais no seu campo de influência o envaidece.

Certamente, o poder corrompe, especialmente o poder religioso.  Afinal de contas,  depois de convenientemente formatado por haver absorvido a Obra,  e agradando a uns e a outros da elite icemita, Benício conseguiu a cobiçada e orgulhosa posição de representante do presbitério.

(more…)

Agradando aos homens e desacatando as Escrituras – Parte V

0

Esta é a quinta parte da série “Agradando aos homens e desacatando as Escrituras”. Acesse aqui: Parte I, Parte II,Parte III e Parte IV.

Quinto Capítulo

A HERESIA ICEMITA a ninguém dá esperança nem segurança. Carlos e Marcelo, firmados nas Escrituras, insistem com firmeza, paciência e sabedoria em mostrar ao beato Benício o erro da doutrina revelada propalada pelo mestre-primaz que dogmatiza: o anjo joga o fogo do altar – símbolo do Espírito Santo – sobre a cabeça dos homens para que recebam com alegria as intervenções de Deus. Cercado no confronto Benício disfarça com diversos jargões e resiste. 

Infelizmente, a formatação deste servo da Obra não lhe permite conhecer a grandeza do Evangelho. Portanto, a Verdade ainda não consegue espaço para arrependimento e boas obras da salvação.

(more…)

Agradando aos homens e desacatando as Escrituras – Parte III

4

Esta é a terceira parte da série “Agradando aos homens e desacatando as Escrituras”. Acesse aqui: Parte I e Parte II.

Terceiro Capítulo

A antiga promessa do derramar do Espírito Santo (Jo. 1.32-33; Lc. 24.49) foi confirmada no Pentecostes (At. 1.5,8; 2.1-4) e em outras ocasiões (At. 10.44-48; 19.6), como está escrito (At. 2.39):

“Pois para vós outros é a promessa, para vossos filhos e para todos os que ainda estão longe, isto é, para quantos o Senhor, nosso Deus, chamar.”

Esta promessa foi confirmada conforme o modelo do Novo Testamento a exemplo do que aconteceu em Éfeso: Paulo expôs as Escrituras, impôs as mãos sobre aqueles homens piedosos e falavam em línguas e profetizavam.

Nada de bibliomancia e clamor inconseqüente: erro em cima de erro. Mas os icemitas continuam errando…

(more…)

A Última Chamada

7

A profecia  de Paulo a respeito do arrebatamento dos santos tem alguma coisa a ver com os juízos do Apocalipse?

Está correto o ensino do Pr. Gedelti Gueiros, profetizando que três das sete trombetas já tocaram e a Igreja Fiel, leia-se: a ICM-PES, será arrebatada ao ressoar da quarta trombeta, “num abrir e fechar de olhos” ?

Este artigo confrota a doutrina revelada.

Examine as Escrituras com a ajuda, o consolo e o fortalecimento do Espírito de Cristo Jesus. Para melhor compreensão dos argumentos que seguem leiam o artigo “A OBRA”: DOS MALES O PIOR. Download à disposição.

(more…)

Eu e o Meu Tambor

55

 

“O homem que toca o tambor não tem idéia até onde o som chegará.” (1)

A anunciação do nascimento de Jesus, as milícias celestiais exultantes em júbilo, os pastores correndo pelos campos e rompendo cercas (2) em direção à estalagem onde estava o Infante Real… Eis o cenário de antigas e poderosíssimas profecias em curso inerrante, como está escrito (Gl. 4.4-5 – ênfase nossa):

“Vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para resgatar os que estavam sob a lei, a fim de que recebêssemos a adoção de filhos.”

(more…)

A minha alma engrandece ao Senhor

16

A expectativa e proximidade da época natalina nos levam, especialmente, às narrativas evangélicas de Mateus e Lucas.

Algo aconteceu no espírito, alma e corpo (nesta ordem) da jovem Maria a ponto de se expressar alegre, confiante e profeticamente. A fé que opera pelo amor está notavelmente presente em sua profecia. As fontes da salvação jorram água pura sobre ela.

(more…)

Jesus e as Escrituras Hebraicas

0

Jesus de Nazaré considerava as Escrituras Hebraicas de Seu tempo como divinamente inspiradas? Ele tinha conhecimento das profecias que Nele se cumpririam?

SIM. Jesus, o Cristo do Deus, considerava as Escrituras Hebraicas de Seu tempo (a Lei de Moisés, os Profetas e os Salmos) como divina e perfeitamente inspiradas por Deus. Ele conhecia as profecias – cerca de trezentas e cinqüenta – que se cumpririam ao tempo de Sua habitação e ministério entre os de Seu povo, especialmente. Este arcabouço profético foi cumprido literalmente, o que inclui a encarnação no ventre de uma virgem da família real de Davi até à Sua rejeição, morte, ressurreição e ascensão à Destra de Deus.

(more…)

Jerusalém: “a Lareira de Deus”

2

 

Ainda faz sentido dizer que Jerusalém é “a Lareira de Deus” ?

Ou, com outras palavras: Que vida espiritual existe na Jerusalém de hoje que sirva de amparo para os filhos de Israel que para lá retornam ou de luz para as nações?

(more…)

Go to Top