Destruindo maldições

Abandonando heresias e falsas profecias

NÃO SOU FANÁTICO!

115

Certo irmão Natanael, com 30 anos de OBRA (expressão dele), começou a despertar para realidade e deixou o entendimento que tem. Desta postagem nasceu um artigo e diversos irmãos participaram com postagens, claro, atentos ao alvo do SITE e dentro do contexto de liberdade de expressão.

Como evidência da formatação a que o indivíduo está sujeito, sempre que lhe for tolhida a liberdade de pensar, defendemos a opinião de que a ardilosa linguagem do não-pensamento cria imagens mentais e facilita o falso profetismo. Considerando a constância desdes esquemas de profetadas e revelagens, Natanael está certo ao afirmar: “muita coisa está errada nesta igreja.”

Em 12.12.2011 certa postagem apareceu no espaço disponibilizado do artigo A CONSPIRAÇÃO. Importante lembrar que a postagem mostra o que se passa no coração de seu autor. O original ainda está disponível e aqui o texto (entre aspas):

 “Não creio que meu comentário será efetivamente aceito e exposto neste blog, contudo vou faze-lo assim mesmo. Pertenço à ICM há exatos 31 anos. Presicenciei fatos de todos os tipos, inclusive até de passivel de chamar a polícia, contudo, até hoje eu só conheço pessoas CAIDAS que conseguem falar mal da OBRA. More >

Decididamente, NÃO FICAREI NO NINHO…

273

Alguém, anonimamente, endereçou ao SITE certa postagem lembrando Jó 29:18 onde lemos: “E dizia: No meu ninho expirarei, e multiplicarei os meus dias como a areia”.

Bem interpretada essa frase, Jó está falando dos dias de mera segurança carnal, comum desde os antigos que confiavam na crença de seus líderes e até celebravam acordos políticos com estrangeiros ocultistas, como nos lembra o profeta Isaías (28.14-22 – ênfase nossa):

“Ouvi, pois, a palavra do SENHOR, homens escarnecedores, que dominais este povo que está em Jerusalém.Porquanto dizeis: Fizemos aliança com a morte e com o além fizemos acordo; quando passar o dilúvio do açoite, não chegará a nós, porque, por nosso refúgio, temos a mentira e debaixo da falsidade nos temos escondido. Portanto, assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu assentei em Sião uma pedra, pedra já provada, pedra preciosa, angular, solidamente assentada; aquele que crer não foge. Farei do juízo a régua e da justiça, o prumo; a saraiva varrerá o refúgio da mentira, e as águas arrastarão o esconderijo. A vossa aliança com a morte será anulada, e o vosso acordo com o além não subsistirá; e, quando o dilúvio do açoite passar, sereis esmagados por ele. Todas as More >

Poço de iniqüidades…

122

A chantagem emocional é grande. A falsa unção impele cada frase do monarca muito religioso. Dissimular e entreter os formatados com os malabares é o alvo especial. Esperto! Fazer piadinhas… gesticular… teatralizar…

A ideologia (filosofia) de Obra estabeleceu comportamentos e exigiu obediência às normas religiosas: a mentalidade (conduta) de Obra é expressa no costumeiro maranatês onde o obedecer… obedecer… obedecer é a artéria por onde corre a heresia. Nada mais do que a ICM-OBRA do-jeito-que-o-chefe-quer: falas e jargões icemitas percebidos nos cultos proféticos eivados de falsas profecias e falsas revelações. Falas e jargões icemitas nas postagens endereçadas ao SITE.

Além de afastar os crentes para longe do que Deus disse e do jeito que Ele disse, a doutrina revelada do gedeltismo formata filhos para a calamidade, amargura e confusão de espírito, como está escrito (Tg. 3.16): “Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins.” Blindagens e cortinas de fumaça na casa mal-assombrada ocultavam o impensável. É de longe o começo do fim. Desespero!

Este artigo leva o leitor ao confronto e o SITE avisou. Saia de cima do muro. Se na “constância More >

OPERAÇÃO ABAFA – DESVIO DE RECURSOS

356

Cúmplices – Aldo Bonadei

Dependente de massagens do ego com profetadas e revelagens, às denúncias insistentes o monarca muito religioso começou a armar a defesa da Obra para este momento profético: impedir que o assunto de desvios de recursos fosse parar nos jornais (para isto os mais chegados: seja, deputado, jornalista ou juíza de parede e meia).

Diversos artigos deste SITE foram disponibilizamos mostrando onde a ideologia de Obra chegou: em um BECO SEM SAIDA.

(more…)

MENE, MENE, TEQUEL, PARSIM

212

Creio em Deus Pai, Todo-Poderoso, que em graça e misericórdia nos chamou para dentro da “igreja de Deus… corpo de Cristo”; assunto claro na “doutrina dos apóstolos” (At. 2.42); mas DETESTO a bastarda doutrina revelada do gedeltismo, que além de afastar os crentes para longe do que Deus disse do jeito que Ele disse, os formata em filhos para a calamidade e confusão de espírito, como está escrito (Tg. 3.16): “Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins.”

Desde o início da carreira cristã (cf. 2 Co. 5.17) o Espírito de Cristo Jesus nos ensina o que é agradável, bom e útil (cf. 2 Tm. 3.16-17); e, além do mais, Ele insiste em nos guiar pelo caminho em que devemos andar até o indivisível e instantâneo momento do arrebatamento e glorificação em Cristo, como está escrito (1 Ts. 1.10b): “Jesus nos livra da ira [de Deus] vindoura”. Ah! se tivéssemos dado ouvidos ao ensino e aos mandamentos do SENHOR! Então, a esperança, a fé e o amor (1 Co. 13.1-13) como um rio perene fluiriam no poder do Espírito de Cristo Jesus; e haveria permanente prosperidade como as ondas do mar…

(more…)

Não se turbe o vosso coração…

162

 

“Um ao outro ajudou e ao seu próximo disse: Sê forte.”

Is. 41.6 

Amados, a confusão irrompeu qual furiosa tempestade em um beco sem saída. Definitivamente, o santo e o profano estão misturados. Deus nada constrói sobre entulhos.

Crentes merecem respeito; entretanto, os dominadores de rebanho não amam, não conhecem as pessoas e nem as respeitam; mas fomentam heresias, impõe obediência, manipulam os obedientes pastores subalternos e o pior: o chefe icemita muito religioso promoveu o voto de cabresto. Muita coisa está errada nesta igreja… Não duvidem: o  poder camaleônico é autodefensivo, avarento, cabalístico, corrupto, dissimulador, extravagante, manipulador, megalomaníaco e pseudocarismático.

(more…)

Muro de lamentações e protestos…

233

As denúncias do SITE, ao longo desses dois anos, demonstravam a gravidade do mal. Diante do confronto estabelecido, anônimos apareciam com calúnias, difamações, injúrias e maldições contra o autor dos artigos (a Administração do SITE deletou centenas de postagens, e evitou o blábláblá comum em sites de relacionamento).

Com o aumento da iniqüidade de falsos pastores as orações dos crentes honestos e sinceros alcançaram o angustiante e esperado resultado: ausente o arrependimento deles (coisa que não conseguem, porque o orgulho religioso não deixa), e dos que lhes deram apoio nas falcatruas  e fraudes, o mal transbordou. Eles não conhecem o caminho da confisão de pecados. Escândalo! O esgoto do palácio da rainha desfigurada está aberto.

(more…)

Triste fim de jornada de quarenta anos

250

 

Beco sem saída.

Como é que esta comunidade entrou nessa enrascada maligna?

Cortinas de fumaça escondiam autodefesa, avareza e dissimulação da liderança. Em 17.05.11 a ICM-PES demanda na Justiça contra quem denuncia erros em alguns da elite. Não satisfeito, em 15.06.11 o escolhido do monarca procura blindagens no mesmo Tribunal. Porém, esta demanda ainda não acabou e está com audiência marcada para março de 2012.

Conseqüências da desobediência: ESCÂNDALOS!

(more…)

Banquete de ladrões

230

Cortinas de fumaça.

Distribuição de sobras em meio às sombras. Enquanto isso, a linguagem do não-pensamento fundamenta o falso profetismo e oculta o banquete de ladrões… Não é verdade que a falsa unção gera morte?

Encantos!

(more…)

É O QUE FALTAVA: O VOTO DE CABRESTO!

75

A noite já chegou para os icemitas.

Anotei em 10.05.2010 neste Blog no artigo com esse título.

Apesar de antigos protestos até hoje o chefe muito religioso da ICM-PES nega o regimento interno nesta denominação eclesiástica.

Autodefesa, avareza e dissimulação. Com essa trilogia do mal o desastre era previsível. Denunciávamos: balcões de negócios, comissões distribuídas, corporativismo, cumplicidade, enriquecimento de alguns da elite, estelionatos… e nada de transparência nos contratos de seguros. Milhões!

(more…)

A falsa unção gera morte!

130

C. Portinari – O Massacre dos Inocentes

A elite da ICM-PES apresenta certa doutrina revelada cercada de mistérios da Obra. Coisa anti-bíblica, dissimulada, esquisita e ao gosto do humor do chefe muito religioso que apascenta o rebanho com força mandatória, pseudocarismática e quadragenária. Absolutismo!

As frases introjetadas na mente dos crentes icemitas, impedem o ato de agir biblicamente e com liberdade.

Biblicamente pensando, designar alguém para estar à frente da igreja é algo a ser pensado e repensado. Neste contexto o ensino do Novo Testamento é saliente. Vivo! O que fazer diante da cumplicidade com as fraudes? O que fazer diante das ofensas às Escrituras? O que fazer com os ladrões do templo? Ordens eclesiásticas erradas devem ser obedecidas?

(more…)

Fuja, crente! Não seja cúmplice!

235

 Algo profético!

Clamo contra ambiguidades, espiritualização de frases das Escrituras fora do contexto e da intenção do Espírito de Deus. Clamo contra os mitos. Ah! Os mitos religiosos solapam as bases da esperança, da fé e do amor. Os mitos são para os tolos.

Clamor de combatente. Denunciar o falso profetismo que se alastra qual fogo em palha seca exige tenacidade. Ainda não posso associar meu rosto às minhas palavras. Esta coroa de espinhos é minha… e meu o galardão. Porém, o meu clamor não fica nas sombras, como algo inerte ou sem vida. Apenas dou tempo ao tempo e resguardo a amada esposa, familiares e inúmeros amigos.

(more…)

Se alguém chega espalhando a morte, FUJA!

73

Coisa antiga e decadente. Escondida na floresta nebulosa ou incrustada no alto da montanha, grande ou pequena não faz diferença se a casa é mal-assombrada. Ferrolhos e gonzos e sons tenebrosos… Lugar de ferir ovelhas.

Certas comunidades de fariseus muito religiosos metem medo. Costumes, doutrinas, falas, gestos, heresias, mantras, mitos e profetadas com direito ao aviso: a morte está do seu lado. E com esse “outro evangelho” (Gl. 1.6) descaradamente falseiam a Verdade de Deus. Fábricas de desamor. Infelizmente, muita gente gosta de medos e de ódios e de profetadas e de sustos.

Enquanto milhares de cristãos professos continuam acomodados em alguma casa mal-assombrada, felizes aqueles que andando “de fé em fé” (Rm. 1.7) alcançam entrada nas moradas celestiais depois de permaneceram fiéis ao “evangelho da graça de Deus” (At. 20.24). Esta é a esperança do crente em Jesus.

(more…)

"A OBRA": CONSTRUINDO HERESIAS

42

“Levantou-me o Espírito, e ouvi por detrás de mim uma voz de grande estrondo, que, levantando-se do seu lugar, dizia: Bendita seja a glória do SENHOR.”

(Ez. 3.12)

A apostila Os Valentes da Obra assinada por Gedelti Gueiros (1) evidencia que a mentalidade (conduta) de Obra – da qual é bem difícil alguém dela ficar livre – construída ao longo do tempo, é capaz de continuamente operar na imaginação dos beatos desavisados obreiros e desencorajados pastores corrompidos pela grandiloquente heresia icemita e ainda agrilhoados ao misticismo pseudocarismático e quadragenário do sistema.

Buscar entendimento oculto das Escrituras a fim de espiritualizar expressões ou frases isoladas do contexto próximo e conteúdo geral, indo além do plano semântico da passagem, é enredar a membresia com  extravagâncias de interpretação. Método extremamente perigoso mas o preferido do mestre-mor. Na alegoria ou espiritualização de expressões ou frases das Escrituras a mente do intérprete não se prende às exigentes regras da Hermenêutica Bíblica.

Entenda: não há como checar o que ele interpreta, e não merece confiança o que ele diz ser doutrina revelada ou palavra revelada. Nestes casos (alegoria ou More >

Beco sem saída

89

A doutrina revelada espalhada pela elite icemita, credita aos falsos dons espirituais aquilo que Deus nunca disse, nem passou pela mente de Deus. Cada capítulo da heresia icemita causou danos emocionais, desestimulou escolhas pessoais e profissionais, gerou indisfarçável timidez e invadiu a intimidade de marido e mulher.

Almas feridas. Angústia. Culpa. Desconforto. Medo!

Até compreendo aqueles que acham difícil destruir mitos religiosos. De doentes e fracos se calam.  Erraram o alvo, amarguras apareceram e o medo criou profundas raízes em suas almas preciosas. Medo de ameaças, e de calúnias, e de escárnios e de maldições. Medo de pecar contra o Espírito Santo. Medo das perseguições e pressões previsíveis. Medo do ódio religioso cuja fonte está no coração daquele que está assentado no trono do palácio da rainha desfigurada onde  medo impera.

(more…)

Está ficando muito perigoso…

33

A formatação do icemita de carteirinha começa no início, no Principiantes, o primeiro período dos Seminários da Obra e continua nas comissões, nos cultos proféticos e demais grupos: assistência, intercessão, louvor etc. Entenda: a formatação perfaz o projeto de salvação dos que absorverão a Obra (até completo empanzinamento). Então, o público reconhecimento de serem servos da Obra.

A formatação confunde a emoção, embaraça a inteligência e perturba a vontade (entenda: emoção, inteligência e vontade formam a alma do indivíduo) como condição ideal à introjeção da ideologia (filosofia) de Obra Revelada. Causa predisponente para a esquizofrenia religiosa. Como instituição, a ICM-PES entrou num  beco sem saída.

Destaque como emissário do monarca no clero superior é o que cada obreiro deles mais deseja. Mas convenhamos, depende de clamor pelo sangue de Jesus, consulta(leia-se: bibliomancia), enquadramento na hierarquia, indicação, interesses, obediência inquestionável, posição social, profetada, revelagens, subserviência e unção. Enfim, eis o formatado pelo eclesiasticismo monárquico quadragenário e pseudocarismático! Com gritos de MARANATA! O olhar caolho do construtor de heresias está More >

Absorver a Obra: eis a questão!

61

 

 Caminhos de pastos secos (que tristeza!) e o berrante do construtor de heresias desperta a maranada para mais um dia de servidão: Todos os que absorvem a OBRA são aqueles que serão usados! Caso algum beato icemita (que sonha ser dono de rebanho) não absorva o ensino introjetado nas unidades locais, nos cultos proféticos e nos seminários da Obra, o mandante do rebanho rugirá: Toma o que é teu e retira-te. Leva contigo: críticas, argumentos, teologias, cultura, prepotência, acusações e etc. (Cf. MENSAGEM DO SÉTIMO PERÍODO, 2007, p. 10-11)

Como droga estupefaciente, a formatação faz parte do projeto de salvação dos que serão usados como servos da Obra… e dura muitos anos. Demais, a absorção de Obra (algo que faz segredos de coisas insignificantes) é exigida como condição de formatação inconsciente do eu-icemítico facilmente manipulável e obediente ao sistema (espero que V. tenha entendi esta frase). Impaciente como sempre, o mestre dos mestres não permite perguntas e questionamentos; mas não percebe que  ele implodiu a ICM-PES e de nada vale esconder insignificâncias, intitulando-as de mistérios da Obra Revelada.

Desde que as cercas foram rompidas, as estradas estão cheias de More >

Dominadores do rebanho de Deus

71

A partir do Decreto Messiânico que determina o início do “tempo do fim” (Dn. 8.37; 11.35,40; 12.4,9 cf. Mc. 1.15), a Grande Mensagem Salvadora declara que a convocação divina é individual, insistindo em que os convidados imediatamente ingressem na “família de Deus” (Ef. 2.19-22) a fim de serem “feitos filhos de Deus” (Jo. 1.12), “herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo” (Rm. 8.17), justificados e nascidos de novo (Jo. 3.3,5) “mediante a fé em Cristo Jesus” (Gl. 2.15,16; 3.26-29; Rm. 5.1).

Ademais, exige-se de quem crer (exercer fé) em Jesus, o Cristo Ressuscitado, o ardente batismo com o Espírito Santo (Mc. 1.8; At. 1.5,8; 2.1-4 etc.) para o testemunho eficaz a favor de Jesus, o Messias de Deus. Esta entrada na “igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade” (1 Tm. 3.15) definitivamente importa em comprometimento com o Reino de Deus; porquanto, o instante da última chamada para a “igreja de Deus… corpo de Cristo” é exclusivo, iminente, indivisível e misteriosamente preservado em segredos.

No entanto, falsos mestres influenciaram algumas igrejas com doutrinas erradas, heresias gnósticas e “rudimentos do mundo”, motivando o apóstolo Paulo na elaboração das Epístolas aos More >

Poder camaleônico

71

 

A briga de duas familias presbiterianas havia deixado marcas no cenário de fundo da Obra revelada desde a eternidade. Briga feia pelo poder religioso… mas a monarquia pseudocarismática conta outra história, como sempre, encrava em meias verdades.

Assim bradava o chefe icemita: A Casa de Davi está em guerra contra a Casa de Saul! E acreditávamos nesse brado de guerra ecoando pelo Maanaim com os costumeiros gloria-a-deus-e-aleluias… E a implosão começava pelas mãos do dominador do rebanho.

Blindagens jamais esconderiam as dissimulações que se seguiram. Interesses materiais e políticos estavam embutidos no projeto de salvação. Deste modo, a dominação quadragenária alimentava a hipocrisia e introjetava a doutrina revelada além da letra na mente dos valetes (escrevi valetes) da Obra.

(more…)

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

52

A esquizofrenia religiosa arma barreiras em defesa da Obra.

Apressando-se em defender a Obra Maravilhosa, o bispo-chefe da elite icemita considerou as empresas GOOGLE DO BRASIL, MYSPACE, YOUTUBE nada mais, nada menos que demônios facilitadores de  momentos e oportunidades para quem denuncia erros dos religiosos.

Certamente, a liberdade de pensar e deixar pensar, exige a impiedosa mordaça dos tiranos. A pior mordaça é a religiosa. Sempre!

Entre icemitas de carteirinha o pensar e o deixar de pensar continua entendido como levante contra a Obra revelada desde a eternidade.

Insegurança e medo. Nada mais.

(more…)

Go to Top