Artigos diversos

Maranata: 19 denunciados por estelionato, formação de quadrilha e duplicata simulada

172

Eles teriam praticado desvio de dízimo da igreja, envolvendo uma movimentação financeira da ordem de R$ 24,8 milhões

13/05/2013 – 22h47 – Atualizado em 14/05/2013 – 00h07 Cláudia Feliz | cfeliz@redegazeta.com.br Foto: Reprodução/TV Gazeta

Ex-presidente Gedelti Victalino Gueiros (à direita) é acusado de três crimes

Pastores da Igreja Cristã Maranata – entre os quais o fundador da instituição e presidente do seu Conselho Presbiterial, Gedelti Victalino Teixeira Gueiros – estão entre 19 pessoas denunciadas à Justiça pelo Ministério Público Estadual por crimes de estelionato, formação de quadrilha e duplicata simulada. Elas teriam praticado desvio de dízimo da igreja, envolvendo uma movimentação financeira da ordem de R$ 24,8 milhões, segundo o próprio MPES.

Nove promotores integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) assinam o pedido de abertura de ação penal pública contra os denunciados, que terão dez dias de prazo, a partir da citação judicial, para responder às acusações.

(more…)

NOTA À IMPRENSA

187

“Buscando atender à crescente demanda de informações quanto aos fatos relacionados às supostas irregularidades no âmbito da Igreja Cristã Maranata, primando pela lisura, transparência e resguardo dos atos investigatórios, o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo Especial de Proteção à Ordem Tributária (GETPOT) e do Grupo Especial de Trabalho Investigativo (GETI), após diligências e ações preliminares que apuraram indícios de autoria e materialidade de diversos delitos, informa que instaurou o Procedimento Investigatório Criminal – PIC n. 005/2012 no dia 08/03/2012, com o objetivo de investigar, identificar e especificar condutas de membros da Igreja Cristã Maranata, supostamente integrantes de uma organização criminosa especializada e responsável por crimes de estelionato e outras fraudes, bem como crimes contra a fé pública, ordem tributária e lavagem de dinheiro, ludibriando fiéis com o desvio de numerários oferecidos para determinadas finalidades ligadas à Igreja em proveito próprio e de terceiros, pessoas físicas e jurídicas (compostas por interpostas pessoas) vinculadas à quadrilha. Informa ainda que foi decretada a restrição e limitação de More >

os filhos da instigação do ódio

136

A implosão do maranatismo começou no início. A língua afiada haveria de sofrer. Algo de desumano, de falsa fé, de malicioso e místico foi erguido com ares de Obra Maravilhosa. Entraram em um beco sem saida. Essa coisa louca não mais se sustenta. Nesse eclesiasticismo pseudocarismático o andar ao redor dos erros perfurou as mestras e vigas. O desmanche começou há muito tempo. O gedeltismo implodiu a denominação eclesiástica que criada para auto-afirmação da monarquia pseudocarismática. O telhado do palácio da rainha desfigurada revelou-se de vidro…

Aquele que se dispuser a denunciar erros, fraudes e meias verdades do gedeltismo não pode ter pena de si mesmo. Enquanto combater as heresias haverá de chorar gemidos e lágrimas dos sofredores.

Aqui estou para mais um dia de enfrentamentos. Se a Graça me envolve e o dever me obriga, não posso ter pena de mim. E dói na alma esta denúncia:

“Até minha segurança física foi ameaçada em recente “reunião” convocada para falar sobre dízimos e assuntos correlatos, reunião em que os membros (e particularmente eu) foram impedidos de se pronunciar. Avaliem os leitores se isso é comportamento de quem está almejando um “acordo” comigo.” More >

O CLAMOR PÚBLICO

240

 

Carta de Hugo Gueiros Bernades Filho, Sub Procurador Geral da Republica direcionada ao Conselho Presbiteral.

 

Caro Pastor e Presbítero,

 

Ofereci-me para falar em nome de pessoas que, em sua maioria, desejam permanecer na Igreja Cristã Maranata, mas estão envergonhadas e tristes com o anunciado desvio de dinheiro e com novas ou antigas práticas do Presbitério e da Fundação, que não são bem conhecidas.

Soubemos que o novo Conselho Presbiteral irá apreciar meu requerimento, daí esta correspondência individual a V. Sa., ilustre Conselheiro (em anexo único, reenvio as questões que compõem esse requerimento).

Talvez alguns dos ilustres Conselheiros estejam propensos a me ver como inimigo pela simples iniciativa de fazer perguntas, o que não parece usual. Acreditem: é o contrário. Tenho a ambição de manter muitas pessoas na nossa Igreja.

Só que os irmãos querem informações fiéis. Cobram a mesma fidelidade que deles se exige por intermédio das seguidas Videoconferências.

Não poderei comparecer pessoalmente. Fui gentilmente convidado pelo Pastor Gedelti a viajar a Vitória e tomar ciência de tudo quanto for do meu interesse, acompanhado de uma ou mais pessoas.

Contudo, espero a More >

Decididamente, NÃO FICAREI NO NINHO…

273

Alguém, anonimamente, endereçou ao SITE certa postagem lembrando Jó 29:18 onde lemos: “E dizia: No meu ninho expirarei, e multiplicarei os meus dias como a areia”.

Bem interpretada essa frase, Jó está falando dos dias de mera segurança carnal, comum desde os antigos que confiavam na crença de seus líderes e até celebravam acordos políticos com estrangeiros ocultistas, como nos lembra o profeta Isaías (28.14-22 – ênfase nossa):

“Ouvi, pois, a palavra do SENHOR, homens escarnecedores, que dominais este povo que está em Jerusalém.Porquanto dizeis: Fizemos aliança com a morte e com o além fizemos acordo; quando passar o dilúvio do açoite, não chegará a nós, porque, por nosso refúgio, temos a mentira e debaixo da falsidade nos temos escondido. Portanto, assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu assentei em Sião uma pedra, pedra já provada, pedra preciosa, angular, solidamente assentada; aquele que crer não foge. Farei do juízo a régua e da justiça, o prumo; a saraiva varrerá o refúgio da mentira, e as águas arrastarão o esconderijo. A vossa aliança com a morte será anulada, e o vosso acordo com o além não subsistirá; e, quando o dilúvio do açoite passar, sereis esmagados por ele. Todas as More >

OPINIÃO: SEMINÁRIOS DA OBRA

123

Bem, antes de tudo, é bom reconhecer que as pregações do chefe religioso e dos pastores nos seminários da ICM-PES são ocas. Sempre vazias!

Essas mensagens reveladas, segundo dizem, não educam no Evangelho de Deus, conforme o Novo Testamento. Por conseguinte, a ninguém prepara para os enfrentamentos das angústias, doenças, perdas e outros problemas da vida. Mensagens que a ninguém fortalece contra os pecados da carne, a soberba da vida e as cobiças dos olhos.

Mensagens reveladas… segredos da Obra, que arregimentam as pessoas e as submetem às rédeas do regime autoritário, discricionário e nervoso da ICM; para dele depender, para nele trabalhar na manutenção do sistema. Mensagens que provocam paixões doentias e fanáticas pela denominação (que dizem) evangélica: a Instituição ICM-PES.

(more…)

Google não pode ser responsabilizado por material publicado no Orkut

7

20/01/2011 – 08h07

DECISÃO

http://www.stj.gov.br/portal_stj/publicacao/engine.wsp?tmp.area=398&tmp.texto=100532

A Google Brasil Internet Ltda. não pode ser responsabilizada por material publicado em site de relacionamento mantido pela empresa. Essa foi a decisão dos ministros da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ao indeferir pedido de indenização por danos morais a mulher que, em primeira instância, obteve antecipação de tutela, posteriormente confirmada, para determinar a exclusão de todo o material ofensivo que relacionava o nome da autora.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) isentou o Google do pagamento de indenização por danos morais por entender que a fiscalização pretendida pela autora, na prática, implica exame de todo o material que transita pelo site, tarefa que não pode ser exigida de um provedor de serviço de hospedagem, já que a verificação do conteúdo das veiculações implicaria restrição da livre manifestação do pensamento.

Contra essa decisão do tribunal paulista foi interposto recurso especial ao STJ sob a alegação de que “o site em questão configura uma prestação de serviços colocada à disposição dos usuários da rede” e, por isso, existe More >

Base legal para existência do Blog do Cavaleiro Veloz

0

Na plena vigência do Estado Democrático de Direito o Blog do Cavaleiro Veloz exercita-se das prerrogativas da Constituição Federal, artigo 5º, incisos IV, VI e IX:

“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato” (inciso IV) “é inviolável a liberdade de consciência e de crença” (inciso VI) “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença” (inciso IX).

(more…)

Go to Top