A frente do palácio religioso  ficou conhecida como foco especial da Polícia Federal; mas entrar nos mistérios da Obra é para poucos (neste aspecto o Blog é importante como instrumento).

     A intervenção acabou? Ainda nem começou. Aquele que se exibiu como interventor, nada mais fez do que dar preferência às maranacutaias palacianas. A r. Sentença da Justiça Federal  – snapshot 63a todos surpreendeu e ele foi exonerado. Publicamente!

A Obra Maravilhosa é algo nebuloso que não pode ser revelado por que continua andando no centro dos erros. O poço de iniquidades começou a ser aberto e os bolsões de injustiças espalhados pelo País sequer foram atingidos e se consolidam. Para todos os efeitos a iniquidade permanece.

   A rainha está desfigurada! De tanto que espionou está sendo investigada e alguns da elite estão presos. De todos os lados aparecem crentes preocupados com escândalos, mas não conseguem observar o mal maior: a APOSTASIA. Este mal começou com doutrinas de homens (Mc. 7.7) introduzidas no meio do povo por falsos mestres e falsos pastores, especialmente o mestre-mor: Gedelti Gueiros que afirmou na mídia: a Maranata é seita e o mestre-mor insiste: nesta Obra temos a mensagem além da letra (quem lê entenda). Não existe maquiagem que esconda a banda podre do palácio religioso.

Além do mais, agora a membresia começa a compreender porque criticamos o desfile final de 10.02.2013 como sendo desfile de hipocrisias palacianas. Era a dissimulação costumeira: maquiar os buracos da cara na rainha desfigurada que, de doente e empanzinada com pão bolorento, ficou horrível… Máscaras! Nem e o espírito guia do monarca, nem os adivinhos e profetas de plantão perceberam o DECRETO DE PRISÃO deste a 6ª. feira, 08, às 23.55. Não deu outra: menos de 48 horas quatro pastores da Maranata foram presos.

Alguém quer conhecer FATOS do início da Maranata? Acesse o artigo o poder camaleônico e clique no primeiro link que abre artigo publicado na mídia.

Ao longo desse governo monárquico, pseudocarismático e quadragenário Gedelti Gueiros exigiu incondicional obediência ao que ele fala. Ele ameaça com a profetada: Bichada! Bichada! Vai ser comido de bicho!!!

Apostasia, balcões de negócios, caixa único, cartão sem limites de saques, cortinas de fumaça, crianças molestadas, destruição de provas, discriminação e preconceitos, enriquecimento ilícito, espantalhos, estelionato religioso, fábricas de notas frias, falta de transparência,filhos enganados, fraudes contábeis, instigação do ódio religioso, má formação doutrinária e ética dos membros do presbitério, manobras de cartório,  mantras,  maranacutaias palacianas, mentiras, meias-solas-laranjas escondendo caixas dois, negócios nebulosos, organização criminosa a nível de quadrilhas, perseguição de disside
ntes e retirantes, profetadas, remendos em declaração de imposto de renda, repetição das mentiras e meias verdades para não esquecerem que mentiram, saques de dinheiro com cartão sem limites, traição… e até espaços em cemitério…

Corre ação penal incondicionada contra dezenove 19 pessoas envolvidas em crimes de apropriação indébita, duplicada simulada, estelionato e formação de quadrilha. Daniel, Diniz, Furlan disputam a primazia. Enquanto o Diabo continua balançando o rabo na boca dos falsos profetas, cresce o fanatismo… até coronéis formatados fazem o mesmo:  instigam o ódio religioso.

Mas existem muitas perguntas que não querem calar, entre elas:

1. E a dinheirama em dólares que Ben Kennedy mandava para certo seminário no Leste Europeu? GG não sabia?

2. E a dinheirama na mala de Vera, mulher de Ben Kennedy? GG não sabia? Só na mala dela? Em mala diplomática entrava/saia alguma fortuna? Posso acreditar que não?

Não há dúvidas: a ICM-PES definitivamente desrespeita a legislação de marcas e patentes.  O VPC – “vértice da pirâmide do crime” da SOC – “sofisticada organização criminosa” mostrou as marcas do passado (expressão com que Gedelti Gueiros discrimina especialmente pais e mães soleiras).

Nesse banquete de ladrões a complexidade dos crimes (em tese) investigados na elite da ICM-PES  é de tal monta que o dinheiro desviado serviu para compra de apartamentos, carros, casas, mansões (no País e no exterior), salas comerciais e sítios; despesas com cirurgia plástica, dentistas, contas particulares; e caixa dois. Inúmeras!

O mal é de forma enraizado que me faz acreditar em apuração e condenação desses indivíduos; e inclusive, a pensar que, em ocasião oportuna alguém lance mão da DELAÇÃO PREMIADA. Por isso a pergunta: Judas, cadê o dinheiro?

O rei está nu. O profeta avisou que ao descer do desfile, o último desfile, o monarca pseudocarismático e orgulhoso mergulharia em sombras e vitupérios.

Retirantes, lembrem-se da mulher de Ló.

Ser formatado ou meia-sola é fardo pesado pois consiste em obedecer… obedecer… obedecer e ser mal tratado e quem puder, livre-se deste jugo maldito; mas entregar-se ao desespero de ser boi de piranha da banda podre do palácio da rainha desfigurada é muito… muito pior.

Sobre esta denominação mergulhada nesse poço de iniquidades:

NOTAS

Acessem https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas e ideias. Citem a fonte, caso façam cópia ou transcrição de postagens ou textos ou partes dos textos e postagens publicados neste Blog.

Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas.  Este artigo tem este endereço: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/07/conhecendo-a-maranata-por-dentro/ Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Evitem CAIXA ALTA (letras maiúsculas) nas postagens, por ser deselegante.

Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Ficantes e Retirantes! Prestem atenção: sigam as instruções em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/a-quem-possa-interessar/ e DENUNCIEM…