“Todo aquele que ultrapassa a doutrina de Cristo e nela não permanece não tem Deus; o que permanece na doutrina, esse tem tanto o Pai como o Filho.”

A IMPLOSÃO da ICM-PES é fato histórico.

Afirmei que este evento havia começado e ao responsável pelo DESMONTE dei o nome: Gedelti Gueiros. Conclamo à leitura do artigo escrito há uns três anos.

Apostasia, balcões de negócios, caixa único, cartão sem limitesde saques, crianças molestadas, destruição de provas, discriminação, enriquecimento ilícito, espantalhos, estelionato religioso, fábricas de notas frias, falta de transparência, filhos enganados, fraudes contábeis, instigação do ódio religioso, má formação doutrinária e ética dos membros do presbitério, manobras de cartório, mantras maranáticos, mentiras, meias-solas-laranjas, negócios nebulosos, organização criminosa, quadrilhas, perseguição, profetadas, remendos em declaração de imposto de renda, repetição das mentiras para não esquecerem que mentiram, saques de dinheiro com cartão sem limites, traição… e até espaços em cemitério…

Com este quadro sombrio a pergunta que não quer calar: e agora?!

Corrupção!!!

Crentes honestos e sinceros estão espantados com a manobra palaciana que apresenta o coronel-pastor-interventor. Não me admirei.

Denunciei!!!

Estamos diante da indisfarçável realidade: essencialmente autodefensivo, avarento, confuso e dissimulador, o gedeltismo nos traiu e instituiu a mediocridade.

Este eclesiasticismo herético, maçônico, manipulador, místico, profano, pseudocarismático que há quarenta e cindo anos domina o rebanho com o olhar caolho que tudo vê, é só tristeza e vergonha.

O astuto encantador de formatados conseguiu enganar esta geração de icemitas apertada no beco sem saída e no rumo da escatológica “operação do erro”.

O gedeltismo influiu nesta geração de icemitas de tal maneira que a verdade está com vergonha de ser verdade… e ela fugiu enquanto espera o tempo da verdade.

O ninho está sujo. Para a banda podre da Maranata quanto mais sujo melhor…

O poder camaleônico criou esse gigantismo onde cada unidade local é ardilosamente atrelada ao emissário do dominador do rebanho de Deus: o exclusivo formador de meias-solas do PRD (palácio da rainha desfigurada). O gedeltismo como forma de vida fomentou o poço de iniquidades agora escancarado aos olhos da Sociedade. Quando mais o Ministério Público investiga, mais aparece para investigar.

O sumo sacerdote do sinédrio (ainda que afastado por ordem judicial) manipula a liberdade de expressão do pensamento e apedreja os Estêvãos. Alguns estão marcados para morrer. O império do medo desemboca no  voto de cabresto.

Os emissários do PRD obedecem à hierarquia institucionalizada: o monarca manda no clero superior que manda no clero inferior que manda na membresia nas unidades locais: e roda a vida… não! Roda da morte para morte…

Os icemitas não percebem; mas a formatação de indivíduos com base em experiência de Obra e imposição do DON (Doutrina, Ordens e Normas à moda ossorrevelô) indisfarçavelmente resultou em resistência ao Espírito de Cristo Jesus. Os resultados ai estão…

Os membros do MP-ES já identificaram cinco tipos de crimes na banda podre enraizada na Maranata:

1. crime contra a ordem tributária,

2. estelionato,

3. falsidade ideológica,

4. formação de quadrilha e

5. lavagem de dinheiro.

Se o leitor se lembra daquela aula a mão de Deus operando (onde se fala dos cinco ministérios), aqui encontramos a mão dos meias-solas gerados no sistema operando com os cinco dedos de Judas.

Sequentemente, duas postagens de hoje, 03/04/2013:

1. Não podemos negar o óbvio.

“O currículo religioso do coronel reformado da PM, Julio Cezar Costa, mostra imparcialidade para exercer o cargo de interventor da Maranata? Tem certeza?

– 19 anos como pastor da Maranata.

Não são 19 dias nem 19 meses. São 19 anos. Uma vida inteira respirando obra, almoçando obra, jantando obra, dormindo obra e atendendo a todas as orientações do Gedelti, do Amadeu e do PES.

Alem disso, ele exerce a função de coordenador do Maanaim de Domingos Martins, o que representa um dos cargos de maior confiança na Maranata, Esse pastor coronel foi escolhido a dedo por Gedelti para substituir o pr Mario Morais, o antigo coordenador do Maanaim.

Ademais, o coronel ministra aulas nos seminarios. Ministrar aula em seminarios da Maranata equivale ao estatus de mestre, de doutrinador. Não se trata apenas de difundir a fé cristã, mas de ensinar e promover uma doutrina exclusiva da seita Maranata. O coronel pensa como um Maranata, age como um Maranata, fala como um Maranata, xinga…

E pra piorar, o coronel já começou com o discurso errado, dizendo que a igreja tem mais de 1 milhão de fieis e que representa 83 países.

Mentira! O Censo de 2010 mostrou que a Maranata tem pouco mais de 300 mil membros e alguns gatos pingados nos EUA, Europa e Japão. O Leste Europeu é uma propaganda enganosa. Fizeram alguns contatos (e muitas viagens pra lá) e agora saem por ai dizendo que igrejas, já existentes outrora, agora fazem parte da obra. Esse tipo de discurso agrada ao chefe muito religioso da Maranata.

Também já saiu defendendo a icm dizendo que ela não vive de arrecadar dinheiro por ser uma igreja simples e humilde.

Ora, a icm pode ser simples (e eficiente) na maneira de arrecadar dinheiro em lugares humildes e de pessoas humildes pelo Brasil afora, mas a motivação da sua origem se revelou complexa: ela foi o resultado de uma disputa ardilosa pelo poder na Igreja Presbiteriana nos idos anos 60. A família Gueiros perdeu a eleição na IPB Vila Velha e GG iniciou a Igreja Crista Presbiteriana, que mais tarde se chamou ICM.

Hoje, precisamos ver pessoas imparciais com competência para desvendar os mistérios de uma gestão autocrata e sem transparência desde a sua existência (45 anos).

A escolha do coronel para interventor da Maranata, mal comparando, é a mesma coisa que escolher um nazista dentro do Nazismo, para resolver questões morais e éticas deles, ou seja, não vai dar em nada e o Führer vai continuar liderando.

Tinha que ser alguém de fora para essa tarefa de interventor. Não vejo nada de simples nessa missão e o coronel ja começou mal… contradizendo-se e negando o óbvio. Decepção!

Autor: Rendido estou.

2.   Só não enxerga quem não quer.

“Bom dia irmãos!

Pessoas direitas e honestas ainda da seita estão indignadas com a nomeação do Coronel Boca Suja para ser o interventor. Ele é odiado por muitos membros devido à ditadura estabelecida no Maanaim de D. Martins.

Extremamente arrogante e prepotente, tratava os irmãos com muita falta de respeito e educação. Quem viu a reportagem dele na defesa do amigo que estava na sua casa bebendo e foi pego na blitz sabe do que estou falando!

Os membros não sabem a força que tem. Deveriam rebelar e EXIGIR novo interventor apesar de que a ICM-PES hoje, a meu ver, não tem mais saída, está literalmente num beco sem saída.

O papagueiros construiu um império gigantesco nesses 45 anos mas conseguiu DESTRUIR A FÉ, deu amplo apoio ao falso profetismo e destruiu milhares de famílias vidas. Só não enxerga quem não quer.

Se eu fosse um pastor dessa seita eu teria muita vergonha porque o maior escândalo na história do Evangelho foi essa da maranata, e muito mais virão. Não sei o que esses membros estão esperando pra sair. O estrago vai ser grande.

Nós retirantes que saímos há mais tempo ainda estamos nos curando das feridas, maus tratos e mazelas da seita. Sofremos por termos parentes lá dentro agrilhoados ao gedeltismo. E olha que saímos a tempo, às vezes nos deparamos tristes e abatidos mas não derrotados. Não temos prazer em ficar denunciando essas coisas terríveis da maranata, gostaríamos mesmo de ver uma virada nisso, que se levante algum homem de Deus e intervenha também. Paz!”

Autora: Cavaleria da Verdade.

Milhões em diamantes, dólares, euros e libras passando de conta em conta (e até de mala em mala) em bancos estrangeiros ao sabor das ordens dos grandes ladrões do templo; enquanto milhares de icemitas aqui no Brasil padecem necessidades primárias. Que Obra é essa? E tem gente apoiando e defendendo a OBRA: clamor dobrado, contribuição com dízimos, frequência imposta, obediência, ofertas e oração a favor da OBRA… e se dizendo pronto para ser arrebatado ao ressoar da quarta trombeta

Não duvide e exigimos resposta: Judas, cadê o dinheiro?

Nesse contexto de iniquidades acreditar que este interventor enfrentará as DENÚNCIAS do Blog e dará adequada resposta às questões apresentadas no artigo  O CLAMOR PÚBLICO, é coisa a deixar dúvidas muito sérias…

Por oportuno, entendo que a iniquidade permancerá e nesse enquadre reporto-me ao texto OPERAÇÃO “BARATA VOA” NA MARANATA!

Sabemos que muitos retirantes continuam debaixo de perseguições e reprimendas. Muitos enfrentam indiferença e até oposição dentro da família.

“Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem.

Para com estes, cheiro de morte para morte; para com aqueles, aroma de vida para vida. Quem, porém, é suficiente para estas coisas?

Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus.” 

2 Co. 15-17

Relembre o caso Maranata

> Bens de pastores da Maranata crescem 6 vezes
> Pastor briga para retomar a liderança da igreja Maranata
> Operação apreende documentos em sedes da Igreja Maranata
> Fraude derruba toda a cúpula da Igreja Maranata
> Igreja Maranata: dízimo desviado em fraude milionária
> Pastor usou ‘visão’ para justificar desvio
> Envolvido em compras foi preso pela federal
> R$ 1,8 milhão doados à igreja
> Igreja contratou sobrinho de presidente
> Maranata: “uma igreja que surgiu da luta pelo poder”
> Maranata pagou R$ 941 mil em materiais nunca entregues
> Maranata: líder da igreja é investigado
> Crimes federais investigados

NOTA

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas e ideias.

Cite a fonte caso faça cópia ou transcrição dos textos publicados neste Blog. http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/04/a-iniquidade-permanece/

Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Por ser deselegante evitem CAIXA ALTA (letras maiúsculas) nas postagens.