Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça. (Is. 59.2)

A conferência além da letra começa com o chefe religioso declarando: …quem não teve entendimento de Obra tá vivendo um momento difícil…. Confira em Momento e Obra ICM Terror pisicológico.

A ICM-PES está mergulhada NO ERRO!

Acorda Maranata!

Cargas de dinamite colocadas em perfurações nas colunas e vigas de sustentação do que se quer demolir… Implosão calculada com critérios. No momento acertado a carga destruidora irrompe de dentro para fora. Não para! Num instante e eis o desmonte envolto em nuvens de poeira. Está escrito (Gl. 6.7):

“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.”

ESCUTEM!

Estamos falando de eclesiasticismo herético na iminência de implosão (isto funciona de dentro para fora), como efeito da  linguagem do não-pensamento (LNP) conseguindo, indidualmente, implodir a fé em Cristo Jesus à medida que a LNP abre portas na mente, engana e escora o falso profetismo. Não duvide: por ser avarento, autodefensido, formatador e herético, o gedeltismo é expressão de anticristos. Narcisismo! Por sua vez, como fruto da LNP o falso profetismo consegue implodir a bíblica crença nos chamados “dons espirituais” (At. 1.8; 1 Co. 12.1ss.). Ciclo vicioso.

Na ICM-OBRA, a doutrina revelada além da letra – apostasia das piores – criou os chamados cultos proféticos, onde se pretende valorizar profecias, revelaçõe e sonhos que não passam de intrigas e invenções dos maranáticos. Por isso se deram mal… muito mal.

No curso da História muitas igrejas foram levadas a erros doutrinários e se acabaram. Entendam: erros não corrigidos e implosões andam juntos. O Diabo balança o rab na cara dos anticristos eclesiásticos, fica esperando e lucra com erros e heresias. Os inimigos do Evangelho ficam jubilosos com essas implosões. Que denominação evangélica pode resistir ao acúmulo de erros de suas lideranças?

Portanto, cabe a pergunta: por que  acontecem essas implosões? Resposta: porque a linguagem do não-pensamento ampara doutrinas erradas, dissimula os erros dos líderes, excita a formação de balcões de negócios e facilmente instiga o ódio religioso. Exemplo disto é o falso profetismo nos cultos proféticos e nos Seminários da Obra, especialmente.

Pense mais um pouquinho: a doceira, a dona de casa ou o padeiro pega farinha, fermento e demais ingredientes na medica correta para o preparo  do bolo, do pão etc. Enquanto manipulam a massa, nem precisam pensar… Ato mecânico!

Então, entenda: a LNP formata a massa de maranadas (escrevi maranadas) de onde nascem diáconos, obreiros e meias-solas  considerados servos da Obra. Por que são  erguidos à condição de servos da Obra? Porque o fator obedecer é essencial na formatação para não-pensar.

Não-pensar é artifício ideológico  introjetado na mente de cada um dos servos da Obra. Habilmente! Mas se mostra um coice no queixo. O gedeltismo depende de indivíduos que não-pensam porque se prestam para o sustento da monarquia pseudocarismática. Portanto, na base de obedecer… obedecer… obedecer… e não-pensar, a ICM-PES, definida como a Igreja Fiel é a única igreja que  caminha para a eternidade na velocidade da luz, garante a doutrina revelada além da letra.

Com esta enganadora linguagem o chefe religioso construiu:

1) a doutrina revelada,

2) a monarquia quadragenária pseudocarismática que domina as igrejas com a ideologia de Obra;

3) o DON (Doutrinas, Orientações e Normas do Presbitério cf. arts. 5º e 25 do Estatuto da ICM-PES), e finalmente

4) o grande Ídolo-Obra.

Consequentemente, os icemitas continuam andando além da letra e debaixo do jugo da dominação quadragenária. De cegos, não conseguem perceber que caminham no centro do erro.

Com a LNP e o falso profetismo resultante  o icemita-mor ensinou os icemitas  a agradar aos homens, enquanto desafiam as Escrituras, condição da formatação dos escolhidos (eles designam de ungidos) para o ministério da Obra onde  os ungidos são ordenados como representantes do Presbitério (comumente chamados de pastores). Está no Estatuto da ICM-PES. Confira.

Desse jeito fica difícilacertar com a vontade de Deus, conforme o Novo Testamento. Infelizmente, sabemos disto; mas é assim mesmo que a ICM-PES caminha: centro do erro, insistindo que agradam a Deus.

Quer saber mais a respeito de como os obreiros pensam e reagem às perguntas sérias? Leiam as angústias de Benício e como ele inventava linguas e profecias para se promover no Corpo da Obra. Ele conseguiu mentir, continuar mentindo, como um anti-cristo. Outros conseguem o mesmo…

Ora, o icemita sincero já presenciou muita profecia e muita revelação que nunca se cumpriu; e até ambições de donos de balcões de negócios – ganhos desonestos -, como foi no caso da pirâmide de containeres.

Quantas profecias! Quantas revelações de prosperidade dos servos da Obra. Quanta conivência dos grandões! Quanto lucro desonesto e tudo isto acontecendo na hora do culto profético, dentro das unidades locais, especialmente em Belo Horizonte, Betim e Contagem, cidades de Minas Gerais.

Quantas oportunidades de enriquecimento nesta Obra Maravilhosa! Os estelionatários ficaram ricos, distribuiram comissões aos gritos de aleluia, glória-a-deus e obra-maravilhosa; mas a avareza arruinou cerca de 1.000 (mil) famílias, enquanto os processos se amontoam no Judiciário Mineiro. O Site do TJ-MG dá as informações dos processos nessas Comarcas e não se assustem com o número de processos. Confiram o milagre: a tela do monitor fica cheia de números de processos. Ah! Nessa Obra ossorrevela!!!

O pior. O cego não vê, o estúpido não entende e o surdo não ouve (quem lê entenda); porque se fecharam em bibliomancia, clamores esquizofrênicos pelo sangue de Jesus, falsas profecias e falsas revelações; porquanto o coração do gedeltismo chegou a negar o Apostolado, o Messianato e o Sumo-Sacerdócio de Cristo Jesus, o Autor e Consumador da fé, ao ensinar e profetizar:

  • as três primeiras das sete trombetas do Apocalipse já tocaram;
  • enquanto as trombetas ressoam o anjo joga do fogo do altar – o Espírito Santo – sobre as cabeças dos homens para que recebam com alegria as intervenções de Deus;
  • finalmente, a quarta trombeta vai tocar e num abrir e fechar de olhos a Igreja Fiel vai ser arrebatada.

A Última Chamada

O desastre da heresia icemita

A quarta trombeta soará!

Enfim, este é exatamente o intrincado e insolúvel problema do monarca orgulhoso e muito religioso: ele errou, continua errando e não se arrepende dos erros; mas o Ídolo-Obra não mais consegue manter-se em pé: mentindo ele mesmo deu início ao começo do fim.

Porém, é forçoso perceber que este ensino do chefe religioso (apresentei a bibliografia de sua autoria) é o pior da HERESIA ICEMITA. Ele ensina o falso batismo com o Espírito Santo e até determinou o exato momento do arrebatamento da ICM-PES, a denominação eclesiástica que ele considera a exclusiva  Igreja Fiel. No entanto, alguém pergunta: E as outras? O augusto mestre responde: Ora, as outras são a Mescla. A Mescla que se dane…

O crente em Jesus, consciente de seu dever de amar seus irmãos na fé e em ajudar na compreensão do Evangelho, goza de liberdade de expressão. Por isso, o que faço é denunciar o erro. Leia os artigos. Ore. Peça a iluminação do Espírito Santo.

Pastores, acordem. A ICM-PES está mergulhada NO ERRO!

Por isso a HERESIA ICEMITA é traiçoeira: ela não incentiva a autoridade espiritual, a compaixão pelos perdidos em delitos e pecados, e o poder pentecostal nos moldes do Novo Testamento; e nada oferece aos beatos e Benícios que os ajude enfrentar a autodefesa, a avareza desmedida, a dissimulação e o falso profetismo em que o maranatismo mergulhou.

Realmente, o maranatismo monárquico pseudocarismático, de inspiração ocultista, está colhendo os ventos de doutrina de homens orgulhosos e rebeldes. E, exatamente por esta iniqüidade de que não se arrepende, os icemitas vivem um MOMENTO DIFÍCIL.

Você sabe o que é IMPLOSÃO?