A meditação faz parte da adoração.     Às vezes fico imaginando como seria bom haver alguns momentos sem palavras no templo, na hora destinada ao Culto Público. A Escritura Sagrada projetada na parede (ou tela) por uns cinco ou sete minutos… Simples assim!

Ausência da palavra de quem quer que seja. Cada um mergulhado no que está dentro da alma, no templo interior, sejam alegrias, angústias,  culpas, dores, frustrações, gratidão, medos, paranóias, pensamentos, preocupações, solidão…

Eis qu e estou à porta e bato;

se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta,

entrarei em sua casa e cearei com ele,

e ele, comigo.

Já pensaram ficar cinco ou sete minutos em silêncio diante do Espírito Eterno, diante da Justiça da Santidade do Todo Poderoso… e apenas desejando coragem, cura, fortalecimento em espírito, graça, misericórdia, perdão e restauração?

No início a congregação estranhará, mesmo porque muitos querem entretenimento, jogo de malabares, ôba ôba, profetadas…

Porém o Espírito Eterno estaria operando, invisivelmente, no coração daqueles que buscam a Face do SENHOR enquanto é tempo…

Tempo para restauração!

Tenha um BOM DIA!